terça-feira, março 21, 2006

DIREITO À DIFERENÇA

A minha Mãe teve um enfarte e foi para o Hospital de Cascais, ficando no SO 4 dias.
No 2ª dia, vinha eu a sair de uma visita de 5 minutos, sou abordada por um individuo de bata branca que me cumprimenta como se amigo de londa data.
Eu estava enervadissima e só quando ele se apresentou é que percebi que era padre.Perguntou-me qual era o meu doente e eu disse ser a senhora da última cama.
Despediu-se e eu vim-me embora para ceder a bata verde obrigatória ao meu marido que esperava a sua vez. Fui lá para fora e passados minutos, chega-me o marido, perfeitamente desconcertado.
O padre chegara-se à minha mãe e no meio de bençãos, pregara-lhe um valente susto.Quando ela vira o meu marido perguntara-lhe em pânico: Foram vocês que chamaram o Padre???? Então já sei que estou a morrer!!!!!!!!!
Isto contado assim, pode ter a sua graça mas para mim não teve nenhuma.Ainda pensei ir à procura do cavalheiro e perguntar se não seria correcto - 1º perguntar a orientação religiosa do doente. 2º - Pedir autorização para iniciar qualquer ritual religioso.
Não pensei mais no assunto porque a preocupação tem sido enorme. A Mãe vai fazer 91 anos na próxima 3ª feira e hoje já recebeu "alta"::)))
Porém, hoje na visita, entra-me o cavalheiro, quarto dentro, e sem mais delongas, põe todo o mundo de pé, a rezar e com uma série de rituais católicos que me deixaram abismada.
Por ter o máximo respeito por todas as religiões e crenças, acho um escandalo, a falta de respeito deste padre, impor-se, com o maior dos àvontades, sem ao menos ter a boa educaçõa de perguntar - Os senhores são católicos? -
É que se há liberdade religiosa, então não se admirem de um dia destas, algum africano, levar os seus tambores e iniciar um batuque para alivio de algum conterraneo.
E terá de ser respeitado.

16 Uivos:

Blogger miguel uivou...

A frase final foi demais!

Adorei, parti-me a rir...

Bom regresso para a tua mãe.

Beijos, Miguel

7:41 da tarde  
Blogger Zica Cabral uivou...

a continuação das melhoras da tua Mãe e concordo em absoluto contigo. Sou católica mas não concordo com a "imposição" desrespeitante da religião . Presupõ-se que, sendo Portugal um país de maioria catolica, o sejam todos e aí vai disto. Incrivel. Mas acho que deves fazer um reparo por escrito ao director do Hospital, chamando a atenção para a prática desse Sr padre
Um beijinho
Zica

10:09 da tarde  
Blogger antona uivou...

Beijos

6:13 da manhã  
Blogger Amaral uivou...

Não é o país que temos, mas é a mentalidade que ainda muitas organizações julgam que temos… A fé é o maior dom a que podemos aceder para ajudar nos nossos problemas e nos nossos males. O problema é que nem toda a gente compreende que a fé nada tem a ver com religiões... Apenas e só com a pessoa e com o "eu interior" dessa pessoa. A crença apregoada e forçada nada tem a ver com a verdade, com a fé e com Deus. A nossa liberdade e a nossa fé pessoal foram dádivas divinas. Ofertadas por Deus, não pelas religiões!...

4:33 da tarde  
Blogger grzl uivou...

que falta de respeito pela liberdade individual, pela privacidade e pelas convicções religiosas de cada um.
acho que foi um episódio lamentável.as melhoras para a sua mãe
um abraço
graziela

7:09 da tarde  
Blogger Carlos uivou...

... hoje já são 23 de Março.

... como vai a Mãe?


Xi-coração

12:34 da manhã  
Blogger LUA DE LOBOS uivou...

agradeço a todos a atenção e a preocupação demonstrada com a minha Mãe... ela já está em casa e resmungona QB... portanto bem melhor::::)))
Bem hajam
xi
maria

8:41 da manhã  
Blogger cuco uivou...

Inacreditável, senhora...
Rrespeitável e fraterno abraço

4:39 da tarde  
Blogger HatA/mãe uivou...

Claro que é uma situação caricata.
Sou católica já fui mais crente...por razões obvias, mas tens toda a razão.
Assim como quando nos batem á porta
e estamos cheias de pressa...
entendo perfeitamente a tua reacção. E o susuto da tua querida mãe.
Que bom que esteja melhor.
Beijos

7:23 da tarde  
Blogger Era uma vez um Girassol uivou...

Que idade bonita, 91 anos!
As melhoras rápidas para a tua mãe!
Mas teve piada o episódio por ser tão idiota!
Só vivido, realmente!
Bjs

10:07 da tarde  
Blogger Musician uivou...

Pois realmente, hoje em dia ja nao ja respeito! Cada um tem os seus gostos e é preciso respeitar!
Que bom que a tua mae esta melhor =)
Beijinho*

11:22 da manhã  
Blogger Adryka uivou...

Amiga, eu apesar de católica praticante, lamento que alguns padres tomem atitudes menos correctas e se sobreponham á vontade das pessoas, mas existem pessoas sem nivel em todas as situações.Lamento muito o susto que o padre pregou á tua mãe acho que ele foi inconviniente. Beijinhos e as melhoras da tua mãe

1:36 da tarde  
Blogger amigona uivou...

Situações dessas , infelizmente, há muitas...

Melhoras da tua mãe (que bom ainda a teres com esta idade)e beijinhos às duas...

2:53 da tarde  
Blogger greentea uivou...

há anos atrás a minha mãe estava gravemente doente. A minha irmã , o marido e os filhos viviam em casa dela. Eu estava fora e tinha já a minha casa.
Nesse dia feriado fui lá vê-la. Estava quase em coma e não se alimentava há 3 dias. De imediato, fui falar com o médico, buscar um enfermeiro, foi posta a soro até entrar no dia seguinte no Hospital.
Daí a pouco com muitos pruridos e sussurros vêm-me dizer para eu sair do quarto porque vinha aí ...o Padre!
Dias depois, já no Hospital e com ela quase recuperada e a falar conscientemente, mostrava a sua indignação porque lá tinha ido um Padre dar-lhe os Sacramentos (pelos vistos pela 2ª vez), como se ela fosse morrer...
Passei-me, claro que me passei!!!
Ninguém perguntou se ELA queria, ninguém se preocupou em chamar o Médico para lhe trazer a saúde q necessitava mas chama-se o Padre para ...
Olha talvez para afastar a morte, porque ela ainda durou muitos anos depois disso. Medicada e assistida!
Que a tua Mãe possa também durar muitos anos, mesmo rabugenta... faz parte.
Um beijo para ti!

4:10 da tarde  
Blogger Choninha uivou...

Ainda bem que a sua mãe está melhor. É de facto extraordinária a falta de respeito de algumas pessoas, sejam padres ou não. E a forma como depois exigem o respeito que não são capazes de practicar. Gostei do seu post.

6:10 da tarde  
Blogger Formiguinha uivou...

Nos hospitais há duas coisas que NUNCA se deveriam misturar: cuidados médicos e religião. Dá sempre mau resultado. Se eu mandasse até proibia a presença de elementos de qualquer confissão religiosa lá dentro. Mas, a haver, porque é que só os católicos tem direito?

Jinhos e as melhoras da tua mae****

5:14 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home