terça-feira, junho 12, 2007

LÁGRIMAS


LÁGRIMAS

Quero chorar todas as mágoas da vida,
em lágrimas incontidas
de revolta e amargura.
Desabafar numa torrente de pranto,
os silêncios perversos
com que fui brindada
nos meus aniversários,
o ombro que não esteve,
para sentir que não estava só
naquela sala de espera de um hospital ,
às quatro da manhã,
enquanto uma filha agoniza,
e que farta de viver,
decidira passar para o outro lado.
Deixar cair lágrimas,
grossas e pesadas,
que abrem sulcos de dor e alívio
por aqueles momentos de ódio calado
que se espraiavam,
noite dentro,
pelos quatro cantos da casa.
Quero chorar.
Convulsivamente.
Berrar que nem uma louca
ao vento de inverno,
a impotência
perante a puta da vida.
E descansar mansamente,
molhada de tanta lágrima,
na quentura de uma manta velha,
ao calor da lareira.


maria de são pedro

10 Uivos:

Blogger Barão da Tróia II uivou...

Gostei, sensível e belo gostei mesmo, boa semana.

4:31 da tarde  
Blogger Cleopatra uivou...

Não queres nada!
Depois de te lavares com as tuas lágrimas ( não sei se são tuas) o que tu queres é abrir os olhos verdes e encarar de frente a Vida que é cor de esperança e, de qdo em x, tem umas tonalidades estranhas de que não sei a cor.
BJ!

6:53 da tarde  
Blogger Ana Patudos uivou...

Poema triste , mas muito bonito, Maria.
um grande beijinho
Ana Paula

9:07 da tarde  
Blogger laços uivou...

Fortes palavras! Muitos beijos.

9:48 da tarde  
Blogger mulher do torero uivou...

Interesante como apesar da diferença de idades e a minha pouca experiencia de vida, compreendo o que vai na alma.
Existem dias e dias, beijo.

11:57 da manhã  
Blogger Rodolfo N uivou...

Uma beleza!.Gostei muito de poema!
Lágrimas belas, y letras armoniosas.
Beijos

1:05 da manhã  
Blogger mulher do torero uivou...

Lágrimas é o que eu tenho tido mais hoje, estou triste e sinto-me sozinha .......

12:15 da tarde  
Blogger greentea uivou...

VAIS MUDAR A COR DESTE BLOG PARA A SUAVIDADE DAS CORES DO SOL A NASCER, A TERNURA DO CANTO DOS PÁSSAROS PELA MANÃ OU OS DOCES UIVOS DOS TEUS LOBOS.

tira o preto da tua vida e olha-te com a cor dos teus olhos espraiando-se pelo mar adentro ou entrando pela floresta fora, pela serra acima verdejante , plena de goticulas do ar fresco da manhã !!

Já te apanhei a planta - está nos cuidados intensivos porque dela só restam os troncos ainda com vida - não tem folhas e as raizes estão completamente queimadas. Se ressuscitar é obra de engenharia agronómica ou dalguma "mãos verdes" que por aí passe...

9:43 da tarde  
Blogger Rodolfo N uivou...

Lua:
Gracias po tu nominación, Un honor tener amigos, tan lejos, y tan cercanos...
Beijos

12:33 da tarde  
Blogger nothing uivou...

muito triste, mas bonito...

11:02 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home