quarta-feira, novembro 22, 2006

LOS LOBOS



LOBOS

Leyenda de dos cadenas tormentosas
en que Amor y Odio se envuelven
y disuelven
en cristales de bruma fría.
Sierras azules,
allá, donde me pierdo
y me encuentro...
y hijos de agrestes peñascos
deslizan en la luz de plata de la luna,
aspirando tímidos,
perfumes de montaña.
Invento divino,
sueltan su magnífico aullido,
agitando sordamente
algo íntimo e inquietante.
Por vosotros,
mi canto subirá en espirales
y entre resplandores de Luz,
se encadenará en el infinito,
en esplendor mayor.


Maria de São Pedro

Obrigada ALTAIR

7 Uivos:

Blogger Quicocas uivou...

Os lobos, aliás como todos os animais, são dignos de respeito e só é pena que certas pessoas não entendam isso e achem que são eles que estão a mais.
Beijinhos e continua nessa tua causa, porque infelizmente já são poucas as pessoas que realmente defendem os animais!!!

9:59 da manhã  
Blogger Paula Raposo uivou...

Já começo a sentir o fascínio! Beijos para ti.

11:38 da manhã  
Blogger Ana Patudos uivou...

São majestosos e imponentes e linndos!
Porque nos contaram na infância , estórias de lobos maus? Porque é que tinha de ser sempre mau, quando o não é . Já com os gatinhos foi a mesma coisa.
- atirei o pau ao gato
mas o gato não morreu
dona xica assustou-secom o berro que o gato deu

FRANCAMENTE!

beijinhos patudos amiga Maria
Ana Paula

11:33 da tarde  
Blogger LUA DE LOBOS uivou...

toda a nossa vida é bombardeada com conceitos errados que bombardearam os nossos pais, avós e por fóra.
Mas chegou a hora em que tudo isso é questionado e desmontado, por vezes, à custa de muito sofrimento interior porque ter a noção de que não fomos educados, mas sim domesticados... doi p'ra burro!!!
xi para todos
maria

9:58 da manhã  
Blogger miguel uivou...

És o MÁXIMO!

Mil beijos,
Miguel

11:22 da tarde  
Blogger Avusa uivou...

bichinhos lindos, os lobos…

11:00 da manhã  
Blogger amigona uivou...

São bonitos e imponentes!... O Homem tem tratado de os exterminar...Bom fim-de-semana...

7:47 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home