segunda-feira, abril 09, 2007

Aprendeu violentamente a não reagir.
Mas de repente, o detonador foi accionado e ela disparou em todas as direcções.
Os pratos voaram.
Os copos foram atirados contras as paredes.
Os moveis foram atingidos por pontapés brutais.
Os livros foram arrancados das estantes.
O taco de baseball foi encontrado numa procura frenética.
E o carro arrancou, deixando no ar, um cheiro a borracha queimada.
Nunca queiram cruzar-se com uma mulher enfurecida.
Muito menos ao volante.
Muito menos com um taco de baseball.
Muito menos cheia de razão.

11 Uivos:

Blogger wicky uivou...

utiliza a energia da tua mente para dissuadir o utilizador do telefone
Concentra-te nessa pessoa que te telefona ou no problema/obstáculo que estás a ter. À medidad q te concentras pensa que esse obstáulo é devorado pelo fogo ou partido em pedaços (com o taco de baseball) Enquanto são destruidos, os pensamentos negativos que se ocultam atrás do problema ou obstáculo irão ser revelados. Não os procure, permite apenas que eles venham à superficie à medida q te concentras em destruir ou queimar o problema...criando assim explosões súbitas e poderosas de energia positiva do pensamento que vão resolver a situação e permitir encontrar a cura.

Depois , agradece as provações do passado e as coisas boas q esta prática vai trazer no futuro

10:33 da manhã  
Blogger Leonoretta uivou...

ola.
obrigado pela visita e comentario. o teu poema está original. eu li-o como sendo uma prosa, sentido o sentimento de raiva da personagem bem patente em cada palavra.
beijinhos da leonoreta

12:24 da tarde  
Blogger Luisa uivou...

Belo texto cheio de raiva por quem se sente com a razão! Há muito tempo que não vinha aqui mas o teu comentário no meu outro blog - marluisa - veio despertar a minha vontade de matar saudades deste cantinho que visitava quase diariamente.

12:26 da tarde  
Blogger greentea uivou...

às vezes a fúria é necessária para desbravar outros horizontes , para sacudir a poeira e o cheiro a pôdre, para clarificar situações...

mas hoje postei tb sobre o efeito esponja. Vai ver.

Um abraço

6:25 da tarde  
Blogger Paula Raposo uivou...

Adorei simplesmente! Nem mais. Uma mulher em fúria é indomável. Beijos, Maria.

6:59 da tarde  
Blogger o alquimista uivou...

Perfeitamente de acordo, são umas feras...ai se são!

Doce beijo

7:39 da tarde  
Blogger Cleopatra uivou...

MUlher à beira de um ataque de nervos!
è por isso que dizem que somos vulcões.
Fêmeas feridas ou incomodadas?
Fujam delas!
Não as enfrentem!
Muito menos se estão cheias de razão!

Mas Oh Maria::Essa do taco de baseball!..
Livra!
Tu não és um tornado és um Tsunami...
Em que Lua anda isso tudo??
Pelos vistos a encher!

Mas há "métodos"!
Métodos mais silenciosos, mais eficazes e mais rápidos para pôr termo a coisas dessas!
Ora se há...

8:54 da tarde  
Blogger Pepe Luigi uivou...

Obrigado passagem no meu sinestesia.
Só posso catalogar de sublime o seu maravilhoso espaço.

Um beijinho~
do Pepe.

11:31 da tarde  
Blogger Barão da Tróia II uivou...

Também me sinto assim muitas vezes, boa semana.

9:16 da manhã  
Blogger Ana Patudos uivou...

Eu também já me senti assim várias vezes. Este meu génio de LEÂO...
quando provocado... sai da frente...
:))
beijos
Ana Paula

5:45 da tarde  
Blogger João uivou...

Eu aceito o risco porque quero aprender e talvez porque tamb+em sou leão de signo dragão de clube

6:05 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home