sexta-feira, janeiro 05, 2007

JARDIM



JARDIM

Desgastando o tempo passado,

regressei aqui,

onde madressilvas

caem languidas, perfumadas

e malvas-rosas salpicam o teu jardim.

Sentidos aguçados pelo pólen

disfarçadamente disperso

por abelhas afobadas,

caminho por entre moitas verdes

e pensamentos distantes.

A passarada, num alvoroço,

foge, chilreando incomodada

com a intrusa

do seu paraíso

Mágoa e saudade ficaram guardadas

numa latinha ferrugenta,

encostada a uma velha árvore.

Pisando ao de leve

fui embora.



maria de são pedro

10 Uivos:

Blogger TINTA PERMANENTE uivou...

Fica-me a dúvida para onde mais pende a atracção do sentir: a imagem ou a palavra? A qualquer delas, sobra-lhes coração...

6:11 da tarde  
Blogger Jonice uivou...

Poema lindo ... posso sentir o perfume do jardim, posso ouvir os pássaros a chilrear ...

11:25 da tarde  
Blogger Amaral uivou...

O momento isolado... num jardim perfumado!
Por entre moitas verdes, passarada em alvoroço, encontraste um latinha onde afogaste as tuas mágoas!
Um poeminha bem gostoso, como diriam os nossos irmãos!...

12:37 da manhã  
Blogger Paula Raposo uivou...

Bonito afogar de mágoas!! Gostei. Bom fim de semana, beijinhos.

8:33 da manhã  
Blogger PoesiaMGD uivou...

Lindo, este seu poema"Jardim". Seu blog é atrativo. Voltarei!

4:15 da tarde  
Blogger PoesiaMGD uivou...

Lindo, este seu poema"Jardim". Seu blog é atrativo. Voltarei!

4:16 da tarde  
Blogger PoesiaMGD uivou...

Lindo, este seu poema"Jardim". Seu blog é atrativo. Voltarei!

4:16 da tarde  
Blogger Kalinka uivou...

Depois da azáfama dos presentes de Natal, da caminhada desenfreada e decrescente para o Ano Novo, chega, sereno e mansinho o dia de Reis. Mas desde o dia 25 de Dezembro até ao dia 6 de Janeiro, há uma tradição que é genuinamente portuguesa, o cantar das Janeiras…

É maravilhoso ver os inúmeros grupos de pessoas que saem à rua, com frio, gelo e em alguns sítios até mesmo neve, para cumprir a tradição. Para ir de casa em casa, de porta em porta, de família em família, apenas para cantar e louvar os reis que visitaram o Deus-Menino.

É importante manter estas tradições que são tipicamente portuguesas, onde se cultiva o convívio e a alegria.

Abraços sempre.

12:13 da manhã  
Blogger Daniel Aladiah uivou...

Mais um pouco da tua beleza, que nos é dado saborear...
Um beijo
Daniel

10:44 da tarde  
Blogger Cleopatra uivou...

Vou tantas vezes à latinha da saudade.....

2:34 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home