domingo, junho 07, 2009

O teu sonho cheira a quê?



a terra molhada

15 Uivos:

Blogger F Nando uivou...

Hum...
Adoro o cheiro a terra molhada depois de um longo estio!
Bjs

9:00 da manhã  
Blogger Osvaldo uivou...

Olá Maria;

Até poderia dizer que "cheira a Lisboa", mas não, porque os meus sonhos cheiram há verdadeira amizade entre as pessoas... e solidariedade entre os povos.

bjs, Maria
Osvaldo

9:24 da manhã  
Blogger Paula Raposo uivou...

O meu sonho cheira a olhares doces...beijinhos.

10:09 da manhã  
Blogger jo ra tone uivou...

Gosto do cheiro da terra molhada,da terra lavrada, bem como o da erva acabada de cortar.
Quanto a um dos meus últimos sonhos, lembro me que cheirou a doce beijo.

7:08 da tarde  
Blogger cristina uivou...

O meu sonho hoje deviu cheirar a ti, Maria, porque acordei contigo no meu pensamento. Nem sei se te lembras de mim, Cristina, Espanholita :-)
Queria falar-te, procurei-te e te encontrei... Só achei esta forma de contactar-te pois já nao tenho o teu email.
Só queria agradecer-te o abrir-me as portas da tua casa, as tuas portas (todas) e me desculpar por, naquela altura, nao ter sabido aproveitar a tua presença na minha vida.
Lembrei-me de ti, e tinha de te escrever.

Beijos desde Madrid.

Cristina

11:13 da manhã  
Blogger LUA DE LOBOS uivou...

Cristina
hola guapa
fui sabendo de ti pela Ema e foi pena termos perddido o contacto ...
tens o meu email aqui no blog porque eu tb não tenho o teu.
Andei por Madrid em Dezembro e pensei que gostaria de te ter visto :)
provavelmente irei lá em setembro
gostei mesmo de saber de ti
un fuertissimo abrazo
besotes
maria

12:50 da tarde  
Blogger Cerejinha uivou...

O meu sonho cheira a chocolate quente, cheira a torradas frescas, cheira a chá de tília…

O meu sonho cheira a risos, gargalhadas ao virar da esquina, ao marulhar do mar…

O meu sonho cheira a raios de luz do sol batendo no corpo nú, cheira a areia áspera entre os dedos dos pés…

O meu sonho cheira a uma aguarela num museu, a um arco íris numa cascata, à grandiosidade de um desfiladeiro…

O meu sonho cheira-me. Com todos os meus sentidos…

10:26 da tarde  
Blogger Maria Clarinda uivou...

O meu...também cheira a terra molhada...daquela bem vermelha...ou por vezes tem o cheiro da maré vazante com o seu cheiro intenso a maresia....
Jinhos mil

10:52 da manhã  
Blogger Mena G uivou...

Um cheiro único, sem dúvida.
E esta foto faz-me lembrar um desenho, também único, de Escher...

4:25 da tarde  
Blogger Lobo velho da Serra uivou...

Os cheiros e aromas, já dizia o Herr Freud, são elementos fundamentais na construção e evolução dos "egos", se bem que pareça que apenas já são perceptíveis para os nostálgicos e românticos...
O cheiro a terra molhada e o "cheiro a Lisboa" são os cheiros que sempre despertaram a minha nostalgia... Tu bem sabes porquê... Hoje são cheiros que evito porque o "ego" está esgotado... velho! Porque não escrever "velho"?...

4:57 da tarde  
Blogger LUA DE LOBOS uivou...

ai meu Lobo que não é velho mas da serrania :)
vai-te catar mais os egos esgotados... parece parvo!!!!
como gostei que aparecesses aqui:)
um longo uivo para ti

9:18 da tarde  
Blogger JúliaML uivou...

lembraste-me da caminhada do protagonista do livro "O Perfume" de Patrick Suskind? Ele procura o belo através dos cheiros, transformando-se num monstrinho cruel e hediondo ao encontro do cheiro do NADA.

10:10 da tarde  
Blogger joaninha uivou...

Não só o cheiro da terra molhada, mas as cores outonais, enchem-me de magia...de nostalgia... onde já estive que senti isso mesmo?...!!!
Beijinhos

5:33 da tarde  
Blogger Ana Camarra uivou...

Os meus sonhos bons cheiram a terra molhada, mar, limões, doce lima, alfazema, pinheiro, canela...
Os meus pesadelos cheiram a frio, a dor, a hospital, a mofo, a Igrejas velhas, a tias velhas com aquela mistura de pó de arroz, uma perca de urina, alcool canforado e chá de tilia....

beijos

5:46 da tarde  
Blogger mariabesuga uivou...

Tantas vezes os meus sonhos cheiram a terra molhada!... Os meus sentidos cheiram a terra molhada a terra quente a terra semeada e a seara nascida entremeada de papoilas. Cheiram a ribeirinhos e chilreios, a corridas pelas veredas... Os meus sonhos cheiram assim...

8:44 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home