sábado, março 12, 2005

TRAVESSIA


Depois de canseiras,

desânimos

e sonhos breves,

seguindo vidas

que não eram minhas,

embora gémeas.

Alvoroçada a procurar destino

longo e sólido.

Atravessando

o lago da minha tranquilidade,

cheguei finalmente

a ti.

5 Uivos:

Anonymous Lina uivou...

E em boa hora me chegaste e que assim permaneças por muito tempo.
Bom fim de semana
Beijo grande

3:44 da tarde  
Blogger Carlos Barros uivou...

as vidas cruzam-se, em enormes paralenas, não faz muito sentido, mas a vida por vezes é assim, e a chegada torna-se mais pura

2:55 da tarde  
Anonymous Luisa uivou...

Para lá do deserto há sempre o oásis

3:35 da tarde  
Blogger Yardbird uivou...

Gosto da tua poesia :) Muito!

4:38 da tarde  
Anonymous Savonarola uivou...

Uma travessia é sempre algo de novo, um novo desafio. Parabéns pelo poema!

4:41 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home