sábado, fevereiro 14, 2009



nao ha longe nem distancia
(Richard Bach)

6 Uivos:

Blogger Paula Raposo uivou...

Pois não. Mas quando escrevo a minha poesia existe longe e distância...existe tudo aquilo que aqui não sei...beijos.

8:40 da tarde  
Blogger Jaqueline Sales uivou...

Temos afinidades Uivaanntes, eu diria. Também vi que tenho afinidade com a sua postagem, pois acho lindo, terno e inesquecível os dedos unidos que anunciam o E.T.

BeijUivooooooooooooosssssss da Loba

11:42 da tarde  
Blogger Maria Clarinda uivou...

Pois...basta querer estar lá....como diz Richard Bach!
E eu sei que somos de lá....
sei que como ele E.T. I'M Going Home!
Jinhos mil

8:36 da manhã  
Blogger inespimentel uivou...

São essas as palavras que me digo quando a morte separa as pessoas que se amam... não cura... mas alivia, conforta... digo eu!

10:47 da manhã  
Blogger joaninha uivou...

Sim! Não há longe nem distância como diz Richard Bach, nós testemunhamos isso... há três vinte e dois e dois que podmos dizer que a distância jamais foi parede instransponível.
Um beijo doce minnha velha amiga.

4:33 da tarde  
Blogger £oµ¢o Ðe £Î§ßoa uivou...

...apenas tempo.

11:30 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home